27 de junho a 1º de julho de 2022
 Vagas limitadas! 
Centro de Cultura e Eventos da UFSC
Florianópolis - SC - Brasil

Convidados

Clique no nome do convidado e confira o minicurrículo:

ANNA LUIZA MACIEL
ANNA LUIZA MACIEL
Graduada em Letras Libras pela Universidade Federal de Santa Catarina (2021). Atuou como pesquisadora de Antologia Literária do projeto de Documentação de Libras com bolsa de CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), sob orientação à professora Dra. Ronice Muller de Quadros e co-orientada pelas professora Dra. Rachel Sutton-Spence e professora Dra. Fernanda de Araújo Machado na Universidade Federal de Santa Catarina. Atualmente, é intérprete e tradutora de Línguas de Sinais.

UFSC
Brasil



CHRISTIAN RATHMANN
CHRISTIAN RATHMANN
É professor e chefe do Departamento de Estudos Surdos e Interpretação de Línguas de Sinais na Humboldt Universität de Berlin, Alemanha. Suas áreas de pesquisa incluem tradução e interpretação de línguas de sinais, aprendizagem, ensino e avaliação de L2, linguística de línguas de sinais (concordância, aspecto, discurso e estudo de corpus), assim como Estudos Surdos (com foco em acessibilidade e inclusão na sociedade).

HUMBOLDT-UNIVERSITÄT ZU BERLIN
Alemanha



CHRISTOPHER STONE
CHRISTOPHER STONE
Pesquisa pessoas surdas e ouvintes envolvidas em interpretação e tradução visual. Ele também analisa fatores atitudinais do intérprete com os Drs. Robyn Thompson e Stacey Webb, e PhD Freya Watkins com uma bolsa SRG19191348 da British Academy/Leverhulme. Ele também pesquisa estratégias de representação e experiência como colaborador internacional no projeto DEPICT. Ele é um Reader em Interpretação e Tradução na Universidade de Wolverhampton. Leciona nos cursos BA (Hons) Interpretação e Estudos Surdos. É líder de curso do Mestrado em Interpretação e orienta 5 alunos de doutoramento. Mantém uma prática ativa de interpretação (BSL/ASL/IS/Inglês); atua no Comitê de Pesquisa da AIIC; e é o atual presidente da WASLI.

UNIVERSITY OF WOLVERHAMPTON
Reino Unido



IVANI FUSELLIER
IVANI FUSELLIER
Doutora em linguística e professora/pesquisadora da Universidade de Paris 8/CNRS-UMR7023 (SFL-LGS). Sua pesquisa e ensino são focados a) no estudo das línguas de sinais a partir de diferentes abordagens: semiológica, linguística, sociolinguística e didática; b) na emergência da criação literária em língua de sinais e c) nos processos corporais e gestuais de criação simbólica. Ela desenvolve também ensino/pesquisa ação no campo associativo de bem estar corporal (yoga, danças circulares articulada as línguas de sinais).

UNIVERSITÉ PARIS 8
França



JANINE SOARES DE OLIVEIRA
JANINE SOARES DE OLIVEIRA
É professora do Departamento de Libras (LSB) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Doutora em Estudos da Tradução pela UFSC. Mestre em Ensino de Matemática pelo CEFET-RJ e graduada em Matemática pela Universidade Federal Fluminense. Desenvolve pesquisas na área de tradução de textos especializados, organização de corpus e análise linguística de unidades terminológicas em Libras. Colaboradora como tradutora e consultora (ad hoc) da Editora Arara Azul desde 2005. Atualmente é líder do Grupo de Estudos e Pesquisa em Alteridade e Educação Matemática (GEPAM), juntamente com a Prof.ª Dr.ª Rosilene Beatriz Machado e colaboradora dos Grupos de Pesquisa: Léxico e Terminologia em Libras: Tradução, Validação e Tecnologia, liderado pela Prof.ª Dr.ª Marianne Rossi Stumpf e Grupo de Estudos Linguísticos da Libras (GELL), liderado pela Prof.ª Dr.ª Aline Lemos Pizzio. Membro da Comissão de Assessoramento Técnico-Pedagógico em Libras do INEP/MEC. Exerceu as funções de Coordenadora da Equipe de Tradução do curso Letras-Libras (UFSC), Coordenadora do Curso de Licenciatura em Matemática da Universidade Católica de Petrópolis(UCP) e sub-chefe do Departamento de Libras. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Educação de Surdos atuando principalmente nos seguintes temas: Formação de Professores e Tradutores, Avaliações em Libras, Educação Matemática.

UFSC
Brasil



JOYCE CRISTINA SOUZA
JOYCE CRISTINA SOUZA
Licenciada em Letras-Inglês pela Universidade de Franca (2017), Mestre em Linguística pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar (2020), pós-graduanda em Tradução, Interpretação e Docência em Libras pela Unintese (em andamento). Atualmente é tradutora e intérprete de Libras no SeTILS (Serviço de Tradução e Interpretação de Língua de Sinais) da UFSCar, professora de Libras no SENAC São Carlos, vice-presidente da Associação dos Surdos de São Carlos (ASSC), conselheira fiscal da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (FENEIS), membro titular do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência de São Carlos (COMDEFSC) e membro do comitê de fundação da Associação de Lexicografia das Américas - América do Sul, América Central, México e Caribe (AmericaLex). Possui interesse e realiza pesquisas na área de Linguística da Libras com ênfase em Lexicografia, Lexicografia Pedagógica, Terminologia, Socioterminologia e Linguística de Corpus.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS
Brasil



KATIA LUCY PINHEIRO
KATIA LUCY PINHEIRO
Profª. Dra. adjunto IV ,da UFC - Universidade Federal do Ceará de Libras, Libras V, Políticas linguísticas, estágios em Libras como L1 e L2, tradução e interpretação e dentre outros Colaboradora da Inventário da Língua Brasileira de Sinais da Região de Fortaleza - Ceará. Doutora de PGET - Pós-Graduação em Estudos da Tradução da UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina (2020). A mesma instituição, foco inclui as Políticas Linguísticas. Integro o Grupo de Pesquisa do CNPQ, Corpus de Libras, sob a coordenação de Ronice Müller de Quadros. Sou Intérprete e tradutor de L. portuguesa para Libras e de duas línguas de sinais. Sou coordenadora de grupo de trabalho de tradutora e intérprete surdo e guia-intérprete surdo de línguas da Febrapils. Representante do Movimento Surdo no Ceará e movimento de mulheres surdas e surdacegas.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ
Brasil



MARCOS LUCHI
MARCOS LUCHI
Bacharel em Letras Libras (2012), mestre (2013) e doutor (2019) em Estudos da Tradução, todos pela Universidade Federal de Santa Catarina, onde também atua como professor adjunto, lecionando disciplinas na mesma graduação que se formou. Tem experiência na área da Linguística e dos Estudos da Interpretação/Tradução envolvendo línguas de sinais. Integrou o projeto Inventário da Língua Brasileira de Sinais, projeto que deu continuidade a composição do inventário da Libras, envolvendo dados linguísticos e indicadores sociolinguísticos de usuários dessa língua, tanto em nível nacional quanto em nível local, na Grande Florianópolis. Foi subcoordenador e coordenador dos cursos de graduação em Letras Libras – Bacharelado e Licenciatura – modalidade presencial, subchefe do Departamento de Libras da UFSC. Atualmente está cedido para o Ministério da Educação para atuar como Coordenador-Geral de Avaliação e Supervisão de Programas Educacionais Bilíngues na Diretora de Políticas Educação Bilíngue de Surdos da Secretaria de Modalidades Especializadas de Educação.

UFSC/ME
Brasil



MARIANNE ROSSI STUMPF
MARIANNE ROSSI STUMPF
Possui graduação em superior de tecnologia em informática pela Universidade Luterana do Brasil (2000), graduação em Educação de Surdos pela Universidade de Santa Cruz do Sul (2004) e doutorado em Informática na Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2005). Atualmente é professor adjunto da Universidade Federal de Santa Catarina, membro do grupo de especialista em ls - wfd - World Federation of the Deaf e vice coodenadora gt libras - World Federation of the Deaf. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Brasileira de Sinais, atuando principalmente nos seguintes temas: escrita, libras, letras, professor de libras e intérprete de libras.

UFSC
Brasil

MARISA DIAS LIMA
MARISA DIAS LIMA
Doutorada em Educação pela Universidade Federal de Uberlândia, Mestrado em Linguística pela Universidade de Brasília - UnB, Graduação em Letras Libras pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC e em Pedagogia pelo Centro Universitário de Patos de Minas - UNIPAM. Atualmente sou professora no departamento da Faculdade de Educação - FACED da Universidade Federal de Uberlândia na área de Libras e Educação Especial.

UFU
Brasil

OLIVIER SCHETRIT
OLIVIER SCHETRIT
Doutor em Antropologia em 2014 à EHESS (Escola de estudos superiores em ciências sociais), pesquisador pós-doutoral no CEMS-CNRS (Centro nacional de pesquisa científica) da EHESS e professor universitário (CNU). Suas pesquisas abordam, em uma perspectiva transnacional, o corpo surdo e suas maneiras de ser no mundo pela arte e pela criação. Ele se interessa pelos coletivos e pelos lugares de emergência de práticas artísticas. Ele publicou, especialmente, «Encontros e Diálogos em Corpos-Gestos-Sinais com o desconhecido sob o olhar de Bouddha e de Balzac de Rodin», K. Légret (sobre a direção de). Créons au Musée. Performances des arts vivants. Paris: Éditions Geuthner, 2019. E «Chansignes (Canto-sinalizado) e chorésignes (coreografarias-sinalizadas), a teatralização coreográfica da contestação social de pessoas surdas», Ultrapassar a ausência pela criação? Anthrovision 2.2, 2013.

EHESS
França

PATRICIA TUXI
PATRICIA TUXI
Professora Adjunta no Departamento de Linguística, Português e Línguas Clássicas - LIP. Atua no Programa de Pós-Graduação em Linguística - PPGL no Programa de Pós-graduação em Estudos da Tradução - POSTRAD, ambos da Universidade de Brasília – UnB. Desenvolve pesquisas com foco na Língua Brasileira de Sinais – Libras nos seguintes campos: Léxico e Terminologia, Linguística de corpus, Estudos da Tradução e Interpretação das Línguas de Sinais - ETILS. Doutora em Linguística e Mestre em Educação pela UnB. Tem experiência na área de Tecnologia e Linguagens, Lexicologia e Terminografia das línguas de sinais, formação de profissionais na área de ensino de Libras e formação e profissionalização de Tradutores e Intérpretes de língua de sinais em contextos educacionais, museológicos, institutos culturais e patrimoniais. Participa como membro do Grupo de Pesquisa Acesso Livre - tradução audiovisual e acessibilidade cultural. Coordena o Grupo de Pesquisa Tecnologias e Linguagens das Línguas de Sinais no Brasil e no Mundo no qual desenvolve pesquisas no âmbito da Terminologia e Lexicografia e Estudos da Tradução e Interpretação das Línguas de Sinais.

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA
Brasil

RACHEL LOUISE SUTTON-SPENCE
RACHEL LOUISE SUTTON-SPENCE
Possui graduação em Bachelor of Arts in Experimental Psychology - University of Oxford (1987) e doutorado em Estudos Surdos - University of Bristol (1995). Atualmente, é professora da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Estudos Literários, atuando principalmente nos seguintes temas: libras, línguas de sinais, literatura surda, poesia e literatura sinalizada. É líder do Grupo de Pesquisa “Literatura em Línguas de Sinais” na Universidade Federal de Santa Catarina.

UFSC
Brasil

RODRIGO CUSTÓDIO DA SILVA
RODRIGO CUSTÓDIO DA SILVA
Doutor (2019) e mestre (2013) em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina, pós-graduado (2010) em Língua Brasileira de Sinais - LIBRAS pelo Instituto Brasileiro de Pós-Graduação e Extensão e graduado em Educação Física - licenciatura plena (2008) pela Universidade de Passo Fundo. Possui experiência com tradução de português para Libras. Atualmente, é professor adjunto da Universidade Federal de Santa Catarina e pesquisador da área linguística de Libras com ênfase em análise de discurso, produção e compreensão em Libras e níveis de (in)formalidade da Libras.

UFSC
Brasil

RONICE MÜLLER DE QUADROS
RONICE MÜLLER DE QUADROS
Ronice Müller de Quadros é professora e pesquisadora da Universidade Federal de Santa Catarina desde 2002 e pesquisadora do CNPQ - PQ1C, com pesquisas relacionadas ao estudo das línguas de sinais, desde 2006. Pedagoga (1992), Mestre (1995) e Doutora (1999) em Linguística pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, com estágio por 18 meses na University of Connecticut (1997-1998) com pesquisas voltadas para a gramática da Libras e a aquisição da Libras. Pós-doutora pela Gallaudet University e University of Connecticut (2009-2010) com pesquisas relacionadas ao desenvolvimento bilíngue bimodal (crianças usuárias de Libras e Português e crianças usuárias de ASL e Inglês), com financiamento da NIH e do CNPQ (2009-2014) e pós-doutora na Harvard University com pesquisas com as línguas de bilíngues bimodais (Libras e Português e ASL e Inglês), com financiamento do CNPQ (2015-2016). A Prof. Quadros consolidou o Núcleo de Aquisição de Línguas de Sinais (NALS) na Universidade Federal de Santa Catarina com dados longitudinais e experimentais de crianças surdas e crianças ouvintes bilíngues bimodais (2002-atual) e o Grupo de Pesquisa Corpus de Libras (2014-atual), integrante do Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPQ, que está vinculado aos projetos de pesquisas envolvendo a documentação de Libras. A Prof. Quadros está coordenando a consolidação do Inventário Nacional de Libras que inclui vários sub-projetos para composição da documentação da Libras, contando com financiamento do CNPQ e do Ministério da Cultura. Estes projetos já estão sendo disponibilizados no atual Portal de Libras www.libras.ufsc.br, em especial, na página do www.corpuslibras.ufsc.br. Também faz parte do Projeto de Sobreposição de Línguas em Bilíngues Bimodais, que conta com financiamento parcial da NSF, em parceria com a University of Connecticut, relacionado com o projeto em crianças bilíngues bimodais http://bibibi.uconn.edu/index.html. Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Psicolinguística e Linguística Aplicada, atuando principalmente nos seguintes temas: língua de sinais brasileira, aquisição da língua de sinais, bilinguismo bimodal, línguas de herança, educação de surdos e tradução e interpretação de língua de sinais.

UFSC
Brasil

ROSILENE BEATRIZ MACHADO
ROSILENE BEATRIZ MACHADO
Professora da UFSC, no Departamento de Metodologia de Ensino (CED/MEN), atuando no curso de Licenciatura em Matemática; também no Programa de Pós-Graduação em Educação Científica e Tecnológica (PPGECT). Doutora e Mestre em Educação Científica e Tecnológica pelo PPGECT/UFSC, e graduada em Matemática Licenciatura pela UFSC. É líder do Grupo de Estudos e Pesquisa em Alteridade e Educação Matemática (GEPAM). É editora da Revista Eletrônica de Educação Matemática (REVEMAT)

UFSC
Brasil




Local do Evento

Centro de Cultura e Eventos da UFSC


Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
Secretaria de Cultura e Artes - Departamento de Cultura e Eventos
Campus Universitário - Trindade – Florianópolis/SC - CEP 88040-970